forex trading logo

 A Autismo Infantil tem a incrível missão de divulgar novas esperanças para pais e pacientes com transtornos do desenvolvimento, incluindo Autismo, TDAH entre outros.  O nosso trabalho tem ajudado milhares de pacientes em todo o Brasil a alcançar um potencial nunca alcançado antes.  Descubre como você pode nos ajudar.  Leia mais sobre o tratamento biomédico.


Siga-nos em Facebook

Facebook Image

Siga-nos no Twitter

Twitter Image

LIVROS SOBRE AUTISMO

Pessoas em Nosso Site

Nós temos 19 visitantes online

Vídeos Sobre Autismo

Home Nossos Exames Avaliação de Imunodeficiência
PDF Imprimir E-mail

Exame de Imunodeficiência

fazerpedido

Pacientes com infecções recorrentes, otite média, asma, e com certas doenças genéticas pode ter deficiência imunológicas ou desequilíbrio que contribui para o transtorno. Deficiência imunológica predispõe o paciente para proliferação de leveduras, infecções oportunistas, e deteriorização da saúde. Um sistema imunológico super ativo é um grande contribuidor de alergias ambientais severas, e pode predispor o paciente para doenças auto-imune tais como artrite reumatóide e lupus.

Anticorpos ou Imunoglobulinas

Anticorpos são proteínas específicas do sistema imunológico (também conhecidas como imunoglobulinas) que são capazes de reagir com moléculas forasteiras específicas. Os anticorpos se anexam a proteinas forasteiras, incluindo a parede celular de vírus, fungos (leveduras), parasitas, e bactérias. Uma vez anexadas, elas invocam as células branas do sangue para destruir as células. Os anticorpos são divididos em cinco classes principais (IgM, IgG, IgE, IgA, and IgD) baseados em estrutura, mas têm funções diferentes e distribuições diferentes no corpo. Os anticorpos podem ser produzidos na forma secretória, ou ligadas a membranas.

IgM é o anticorpo de primeira resposta ou imunização. A presença de níveis elevados de IgM indica uma infecção recente. Anticorpos IgM diminui em alguns meses após a infecção.

IgG é o anticorpo produzido pelos linfócitos B quando o corpo é atacado pelos mesmos microorganismos em uma invasão subsequente. Anticorpos IgG são os anticorpos que providenciam resistencia prolongada contra infecções após a imunização e pode estar envolvida na causa de alergias.


IgE provoca reações alérgicas histamínicas (urticária, espirros, vermelhidões na pele, etc.). Os anticorpos IgE também protegem o corpo contra parasitas. Níveis elevados de IgE no corpo é associado com um histórico de alergias excessivas.

IgA Protege os forros nasais e intestinais contra microorganismos. Níveis de IgA pode indicar habilidade genética de produzir quantidades suficientes de anticorpos IgA. IgA secretório (sIgA) é medido em amostras de fezes e pode variar de acordo com as condições de saúde do intestino.


IgD é produzido em quantidades mínimas tem função desconhecidas. Esse exame não testa para esse anticorpo.

Deficiência de Subclasses de IgG

O total de IgG no soro pode ser normal, mas um ou mais subtipos de IgG pode estar baixo ou alto. Como resultado, um nível normal de IgG pode não estar bem representado. Subtipos são numerados por quantidades relativas de soro: IgG-1, IgG-2, IgG-3, IgG-4.

IgG-1 é o que tem a quantidade mais elevada no sangue e tem a finalidade de lutar contra proteinas forasteiras.

IgG-2 é direcionado contra a porção de polisacarídeo da parede celular de microorganismos invasores. A deficiência de IgG-2 é associada com infecções recorrentes, particularmente sinusite ou infecções pulmonares.


IgG-3 é direcionado principalmente contra a proteinas forasteiras. Deficiância de IgG isolado é a defiência de subclasse mais comum e é associada com infecção respiratória recorrente.

IgG-4 é mais alto em pessoas com doenças alérgicas e pode bloquear a resposta do IgE. A subclasse do IgG-4 aumenta após injeção contra alergias e pode ser um mecanisco de desensitização para alérgenos. Deficiências de subclasses de IgG-4 isoladas são mais comuns em pessoas com infecções recorrentes do trato respiratório.

Deficiência do Zinco

Os multiplos efeitos do zinco varia de manutenção da barreira da pele, à regulação do gene. Uma medida do zinco no soro é inclusa no exame de imunodeficiência. A deficiência do zinco é associada com dermatite, mal saramento de feridas, atraso de crescimento, e desenvolvimento sexual. Valores muito baixos são associados com a perda da gustação e do olfato, dores abdominais, diarréia, rachaduras na pele, e perda de apetite. O zinco também funciona como um antioxidante e estabiliza as membranas celulares.

Benefício do Exame de Imunodeficiência

Medida do zinco (o zinco é uma vitamina importante para pessoas com autismo)

Deficiências detectadas pode ser tratada

Níveis anormais pode indicar uma necessidade de exame de alergia

A melhora do sistema imunológico pode levar a menos infecções

TAbnormal levels could indicate a need for allergy testing
Improving the immune system could lead to less infections
Tonturas e comportamentos anormais podem responder à terapias imunológicas

O que Analisa?

Imunoglobulinas IgA, IgM, IgE, IgG e IgG e Subclasses 1, 2, 3 e 4 e Zinc.


Amostra de Resultado do Exame de Imunodeficiência

Baixar modelo de resultado do exame de ácidos orgânicos

fazerpedido

 


Fornecido por Children Template Joomla, Windows 7 Beta 32-bit. Designed by: Free Joomla 1.5 Theme, perl hosting. Valid XHTML and CSS.